#Compartilhe e ajude o Blog :)

PH Ganso-2015-São Paulo-Desenhando caricaturas

 PH Ganso-2015-São Paulo-Desenhando caricaturas 

Caricatura Paulo Henrique Ganso 2015 São Paulo
Caricatura Paulo Henrique Ganso 2015 São Paulo


================
DETALHES DA ARTE
================

*Desenho Feito em Canson A4
*Lápis hb Esboço
*Escaneado

================
COLORIDO DIGITAL
================

*Arte Final e Cor Photoshop

Esboço e Caricatura Paulo Henrique Ganso 2015 São Paulo
Esboço e Caricatura Paulo Henrique Ganso 2015 São Paulo


Paulo Henrique Ganso

FONTE: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ganso

Informações pessoais
Nome completoPaulo Henrique de Chagas Lima
Data de nasc.12 de outubro de 1989 (27 anos)
Local de nasc.Ananindeua (PA), Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura1,86 m
Canhoto
ApelidoGansoMaestro
Informações profissionais
Clube atualEspanha Sevilla
Número19
PosiçãoMeia-armador
Site oficialphgansooficial.com.br
Clubes de juventude
1996–2004
2004–2005
2005–2008
Brasil Tuna Luso
Brasil Paysandu
Brasil Santos
Clubes profissionais2
AnosClubesJogos e gol(o)s
2008–2012
2012–2016
2016–
Brasil Santos
Brasil São Paulo
Espanha Sevilla
162 (36)
221 (24)
12 (1)
Seleção nacional3
2009
2012
2010–
Brasil Brasil Sub-20
Brasil Brasil Sub-23
Brasil Brasil
(1)
(0)
(0)

2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de janeiro de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 28 de fevereiro de 2012.
Medalhas
Jogos Olímpicos
PrataLondres 2012Futebol


Paulo Henrique de Chagas Lima, conhecido como Paulo Henrique Ganso ou simplesmente Ganso (Ananindeua12 de outubro de 1989), é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente, joga pelo Sevilla.

São Paulo


Paulo Henrique Ganso prepara-se para cobrar uma falta no Morumbi, em jogo contra o Sport.
Após uma longa negociação, o São Paulo anunciou a contratação do meia na madrugada de 21 de setembro de 2012, pagando um valor total de dez milhões de euros (aproximadamente 23,9 milhões de reais) ao Santos. Ganso, de início, utilizou a camisa 8 no Tricolor, já que a camisa 10 era de Jádson.[11] Sua estreia no clube ocorreu em 18 de novembro de 2012, na partida contra o Náutico no Morumbi, com um público de 62 207 pessoas.[12] Em dezembro, o São Paulo jogou a partida da última rodada do Campeonato Brasileiro contra o Corinthians, no Pacaembu. O técnico do Tricolor à época, Ney Franco, decidiu poupar todo o time titular, visando ao primeiro jogo das finais da Copa Sul-Americana, contra o Tigre, em Buenos Aires, e foi para o jogo somente com reservas e jogadores formados nas categorias de base, enquanto o Corinthians, que se preparava para a viagem ao Japão, onde disputaria o Mundial de Clubes da FIFA, não poupou ninguém. Nessa partida, Ganso jogou noventa minutos pela primeira vez no seu novo clube, pois ainda estava sem ritmo de jogo, devido a uma lesão na coxa direita, sofrida na época em que jogava no Santos. O São Paulo venceu por 3 a 1, com um futebol convincente, e Ganso foi destaque, com lançamentos, dribles e passe para dois gols, além de participação no terceiro. O meia saiu aplaudido de campo e foi muito elogiado pela crítica esportiva, criando boas expectativas para o ano seguinte, visto que o melhor jogador do time à época, Lucas, estava vendido ao Paris Saint-Germain e deixaria o clube após o fim do ano — Ganso, ainda que com características diferentes, havia chegado para suprir a saída do meia. Ainda em dezembro de 2012, conquistou seu único título com o São Paulo: a Copa Sul-Americana.
O início de 2013 foi promissor para Ganso. Começou jogando na sua posição de origem, tendo Ney Franco deslocado Jádson para a beirada do campo, na posição em que jogava Lucas. Marcou seu primeiro gol com a camisa tricolor em partida válida pelo Campeonato Paulista, contra o Atlético Sorocaba. Seu segundo gol viria contra o Ituano. Em 17 de abril, contra o Atlético Mineiro, pela Copa Libertadores da América, considerada pelos são-paulinos a partida mais importante da temporada até então, Ganso teve uma atuação importante. O Tricolor do Morumbi venceu a partida por 2 a 0, classificando-se para as oitavas de final.[13][14]
Mas, nessa época, o meia começou a ser questionado por não conseguir se firmar na equipe titular, desempenhando um fraco futebol, assim como todo o time. Foi criticado, vaiado e, para piorar a situação, perdeu uma cobrança na derrota para o Corinthians, nos pênaltis, pelas semifinais do Campeonato Paulista.[14] Menos de duas semanas após a derrota para o Corinthians, o São Paulo, depois de uma campanha cambaleante na fase de grupos, foi eliminado nas oitavas de final da libertadores pelo Atlético Mineiro, com duas derrotas. Pouco mais de dois meses após a eliminação, Ney Franco (com quem Ganso teve um atrito, por considerar que tivera poucas oportunidades para entrar em campo) foi demitido, sendo contratado Paulo Autuori para o seu lugar. No entanto, a má fase do time continuou, ainda mais acentuada, e o São Paulo chegou a ficar catorze partidas sem vencer. Ganso, que no promissor início de 2013 tinha planos de disputar a Copa das Confederações pela Seleção, não teve sequer uma oportunidade para mostrar serviço a Felipão, o então técnico da seleção.
Segundo Ney Franco diria em julho, quando já era ex-treinador do clube, os reiterados maus desempenhos de Ganso em campo seriam culpa de uma "fritura" promovida pelo goleiro e capitão Rogério Ceni. Segundo Franco, graças às reclamações de corredor de Ceni, o ex-santista foi afetado pelos burburinhos de que, quando jogava, "o time tinha um jogador a menos".[15]
Entre o fim de 2013 e o início de 2014, Jádson teve desentendimentos com o então técnico do clube, Muricy Ramalho, e deixou o tricolor com destino ao Corinthians, envolvendo-se em uma negociação que trouxe Alexandre Pato ao São Paulo por empréstimo. Com isso, a camisa 10 estava sem dono e foi repassada a Ganso, que prometeu empenho para honrá-la. Por conseguinte, voltou a ter as boas atuações de sua passagem pelo Santos. Ganso, dessa forma, ultrapassou Jádson na liderança de assistências no clube na temporada, com onze passes, e foi elogiado pelo próprio Muricy, que festejou a boa fase do craque: "Hoje, temos um camisa 10."[16]
Completou cem jogos pelo São Paulo em 20 de junho de 2014, contra o Orlando City, em um amistoso.[17]Apesar das críticas, o próprio jogador se considera acima da média, considerando até o nível internacional.[18]
Em 2016, Ganso passou a contar com a ajuda do então novo treinador do Tricolor, Edgardo Bauza, para voltar à Seleção.[19]. Em 30 de janeiro, na estreia do clube no Paulistão, o meia foi o autor do gol que abriu o placar no empate por 1 a 1 diante do Red Bull Brasil.[20] Em 5 de março, Ganso completou duzentos jogos com a camisa do São Paulo, marcando o único gol da derrota por 3 a 1 para o São Bernardo. Voltou a marcar gols nos empates contra River Plate, em 10 de março, e Trujillanos, em 16 de março, ambos válidos pela Libertadores, e Ituano, em 20 de março, todos por 1 a 1. Devido à maior participação na marcação, uma de suas maiores deficiências, aliada à visão de jogo e à técnica apurada, voltou a ser chamado para a Seleção após um hiato de quase quatro anos. Disputou, sobre o comando de Dunga, a Copa América Centenário, nos Estados Unidos. Sendo um dos principais são-paulinos na Libertadores, acabou se machucando num jogo contra o Fluminense e não conseguiu jogar mais. Com a eliminação na Libertadores, o meia foi vendido ao Sevilla, realizando o sonho de jogar na Europa. Seu último gol pelo São Paulo foi no jogo contra o Palmeiras, na vitória por 1 a 0.



?? GOSTOU DEIXE SEU COMENTÁRIO...
Share this article :

Postar um comentário

Por favor deixe seu Comentário,Elogio ou criticas é muito importante para sempre estar aperfeiçoando e melhorando meus desenhos...

 
Supporte: Web Desenvolvimento | KO Designer | karicaturas online
Copyright © 2017. Karicaturas Online - direitos reservados
criações Desenvolvido e Publicaçõeskaricaturas online
Direitos Fernando Oliveira Blogger